Hotel Avenida - pérola da história do Rio

Tradição! Alguém no Brasil sabe realmente do que se trata? Pois bem, em uma época de muitos holofotes na cidade sede das Olimpíadas que irá, em breve, necessitar de uma gama infinita de hotéis e um sistema de transporte eficiente, o que vemos nestas fotos são uma demostração da falta de compromisso com a história de cada um de nós, falta comprometimento com a história do Rio! O Hotel Avenida era sinônimo de puro luxo e glamour. Tinha belos salões e um terraço aconchegante e charmoso. Era tão pomposo que daria inveja ao Copacabana Pálace com facilidade. Entretanto, com a chegada do progresso, o hotel foi abaixo para dar lugar ao Edifício Avenida Central. O prédio é um bloco de concreto armado que hoje abriga inúmeros empreendimentos, inclusive, de prostituição. Faceta de uma decadência vislumbrável. A especulação imobiliária tão falada nos dias de hoje, desde aquela época já dava o tom dos dias desta cidade. Passamos assim, a trazer a cultura norte-americana, deixando a Paris dos trópicos, planejada, bem feita, totalmente esquecida.

História do Rio é marcada por demolições

Não foi só o Hotel Avenida altamente tradicional e luxuoso à época, quem sucumbiu aos desmandos da sempre contestável política brasileira. Outros monumentos, prédios e linhas de bonde simplesmente sumiram no tempo. O Hotel Avenida tinha em sua porta uma estação de bonde. O que há de tão moderno hoje por aqui? Ver que deixamos de lado o que hoje lutamos para reativar é a certeza de que podemos nos chamar de burros, isso mesmo, burros. Lá em Portugal isto dava uma bela piada. Tiramos os bondes, os hotéis e agora, precisamos de VLTs e empreendimentos hoteleiros para atender uma demanda. Vejam, as instalações do Hotel Avenida eram para lá de interessantes e agregaria alto valor ao centro carioca.

História do Rio - Outra tomada do Hotel Avenida

Naturalmente, o progresso é bem-vindo sempre. Só que até ele passa pelo respeito à história. Não há como esquecer dela. Em nomes dos interesses de empresários e de apenas uma pequena porção, destruímos de tudo um pouco e abandonamos o transporte sobre trilhos. A cidade tinha em sua estrutura de tráfego, uma frota sobre trilhos totalmente interessante. As obras do início do século realmente a transformaram numa espécie de capital europeia. Entretanto, logo logo fizeram o favor de nos devolver à realidade dos trópicos: Desorganização e entropia social!

Especulação Imobiliária, a grande vilã

Triste é saber que, desde muito tempo, isto já faz parte das nossas vidas. Antes da existência de um órgão regulamentador como o Iphan, entretanto, isso era mais fácil. Derrubar monumentos, destruir história antigamente, era muito mais fácil, menos impune. Terrível é saber que ninguém se importa muito com essas coisas e que aqui, estou escrevendo para poucos. Assim, a história vai virando pó e escorrendo por entre os dedos. Só lembramos ou sabemos quando temos numa imagem, a lembrança de um passado glorioso. O centro das tradições, brilho e cultura, hoje é apenas o centro da cidade.

Anúncios